quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Davi, Um homem de Oração


Senhor, a ti clamo, escuta-me; inclina os teus ouvidos a minha voz, quando a ti clamar. Suba a minha oração perante a tua face como incenso, e as minhas mãos levantadas sejam como o sacrifício da tarde. ( Sl 141.1-2)

Por Frankcimarks Oliveira


         Davi é sem sombra de dúvida uma das figuras mais lembradas no texto sagrado. Seja no velho testamento, seja no novo, sempre vemos seu nome sendo mencionado. Gostaria de analisar sua vida de oração e sua maneira de orar. Quem sabe assim aprendamos a orar como se deve.
         Os salmos tem diversas finalidades, dentre tantas ensinar-nos a louvar e a clamar a Deus. Lembre-se que estes cânticos foram inspirados pelo Santo Espírito e nos são muito úteis. Portanto, observemos alguns dos salmos de Davi , principalmente aqueles que se referem a oração do rei.
         Geralmente Davi suplicava que sua prece fosse ouvida. Isso já nos revela que o rei entendia que Deus não lhe estava sujeito. Atender sua súplica seria puro favor imerecido. Desde o amanhecer Davi erguia sua voz e falava com Deus ( Sl 5.1-3). Precisamos ter disponibilidade para com o Todo Poderoso. Desejar estar com ele em santa comunhão, mesmo durante o nascer do sol. Oh, amados, que possamos despertar a alva levantando nossa voz ao Altíssimo Deus.
         Veja o que Davi disse : "Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim, por isso que ele está a minha mão direita, nunca vacilarei "( Sl 16.8). Este é o segredo da vida cristã : colocar-se sempre diante do Eterno. Quando estamos em oração, podemos dizer que Deus está em nossa frente, afinal, somente diante dele nos prostramos.
         Não importa nosso estado de espírito, devemos manter o bom hábito da oração. Assim como Davi, que mesmo enfrentando grandes dificuldades, invocava o nome de seu Deus e sabia que desde o seu santo templo , ele o tinha ouvido ( Sl 18.6) . Sim, pois os fundamentos da terra se abalaram com a resposta divina.
         Nossas orações não são vãs. Pena que oramos tão pouco! Se soubéssemos o quanto a oração de um justo pode em seus efeitos, então oraríamos sempre. Mas a verdade é que muitos tem negligenciado a vida de oração e por isso não veem em suas vidas a manifestação do Onipotente.
         Antes de qualquer coisa, tenhamos em mente que oração é comunhão com Deus. Davi sabia disso : " eu te invoquei, ó Deus, pois me queres ouvir, inclina para mim os teus ouvidos e escuta as minhas palavras "( Sl 17.6). Como isto é motivador! Deus deseja nos ouvir, ou seja, ele deseja nos ver em oração, rogando seu favor, pois enquanto estamos diante dele, somos transformados por sua glória.
         Como é bom vermos Deus cumprir o desejo dos nossos corações!Nossa alma se enche de gozo celestial por vermos que o Senhor não nega bem algum aos que lhe buscam em verdade. Davi exultava todas as vezes que Deus lhe atendia as súplicas.( Sl 21.2). Queridos, vocês ainda não pediram nada e Deus quer vos ver alegres, portanto peçam o que quiserem em nome de Jesus e lhes será feito. A resposta de oração sempre será motivo de alegria para o cristão.
         É claro que devemos ser perseverantes em oração. Nem sempre teremos nossas preces atendidas imediatamente. Davi disse : "Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves, de noite, e não tenho sossego"           ( Sl 22.2). Saiba que Deus tem seu modo e seu tempo de agir. Tudo ele faz formoso em seu tempo. Cabe-nos apenas confiar que assim como ele respondeu a seu povo no passado, ele nos ouvirá no presente ( Sl 22.4-5)
         Devemos estar sempre dispostos para atender o convite divino. Deus nos chama para passarmos momentos em sua presença e nossa resposta tem que ser positiva. Estejamos sempre prontos à voz do Bom Mestre quando ele nos chamar. Davi estava :
"Quando tu disseste : Buscai o meu rosto; o meu coração disse a ti : o teu rosto, Senhor, buscarei. Não escondas de mim a tua face, não rejeites a teu servo com ira. Tu foste a minha ajuda, não me deixes nem me desampares, ó Deus da minha salvação ( Sl 27.8-9)
         O que Davi pedia a Deus era por mais de sua presença. O Rei queria conhecer mais o seu Salvador. Estava pronto a deixar tudo o que estava fazendo para entrar na presença de seu Deus em oração. Que sejamos também assim. Que nossos corações ardam apaixonadamente por mais de Deus. Assim como a corsa deseja as correntes das águas, que nossa alma anseie por mais e mais de Jesus Cristo.  Mas a verdade é que priorizamos tudo e todos ao nosso redor. Temos tempo para trabalhar, estudar, comer, dormir, cuidar dos filhos, da casa, da família, dos vizinhos etc, mas nunca temos tempo para a vida de oração. Como ter comunhão com Deus senão através de oração ?
         A oração nos dá mais confiança em Deus. Quando entramos na presença de um Deus Todo Poderoso, nos sentimos mais fortes. Somos capazes de" matar ursos e leões". Sim, queridos, a vida de oração nos dá tanto entusiasmo que podemos até mesmo derrubar gigantes terríveis. Veja o que Davi disse :
"Busquei ao Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores. Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu; e o salvou de todas as suas angústias "( Sl 34.4,6). Na vida de oração podemos provar que o Senhor é bom. Sim, ele ouve nosso clamor e nos enche de força para enfrentarmos os problemas do dia a dia. É bem verdade que a maioria das pessoas quer um Deus que resolva todos os seus problemas enquanto elas ficam assistindo Tv, todavia o Senhor deseja nos encher de seu vigor para lutarmos e batalharmos pela fé.
         Muitas vezes o Senhor não nos manda clamar, mas agir. Outras vezes o Senhor manda que clamemos para ele agir. Sempre é Ele quem está no controle! Só precisamos obedecê-lo para sermos bem sucedidos.
         Ore a Deus, amigo; Derrame suas lágrimas perante ele; Busque sua face e encontre graça e conforto em seus braços de misericórdia. Existe um alívio em Cristo que achamos mediante a oração. Existe um descanso profundo em Deus que encontramos enquanto estamos ajoelhados em sua presença.
         Davi sabia em quem acreditava, por isso suas preces eram ouvidas. Sem fé jamais obteremos nada das mãos do Senhor, se bem que sua Graça excede nossa incredulidade. Diga como Davi :" Clamarei ao Deus Altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa "( Sl 57.2). Este é o Deus que responde às nossas orações, um Deus Altíssimo, elevadíssimo em misericórdia, que ouve o aflito e livra o necessitado.
         Amigo, em nome de Jesus, comece a clamar a Deus por tua vida, por tua casa, por teus parentes e vizinhos. Até mesmo por teus inimigos, rogue que Deus tenha piedade.
         De madrugada mostre ao Senhor o quanto tens sede de sua Graça. Levante um clamor a meia noite para denotar o sertão da tua alma e receberás um manancial de águas vivas sobre ti, saciando toda sua sede e retirando todo o seu cansaço.( Sl 63.1). Busquemos ao Senhor , como Davi, para contemplarmos a força e a glória de Deus.
         Amados, a bondade de Deus é melhor que a vida! E era tudo o que Davi queria para sí. É o que queremos para nós ? Buscamos a Deus em oração ? Queremos mais de Deus ? - Nossa "frequência" em oração responde estes quesitos.
         Quando levantarmos nossa voz ao céu, que seja sem orgulho, sem exigência alguma. Digamos como o humilde Davi :
"Eu, porém, faço a minha oração a ti, Senhor, num tempo aceitável; ó Deus, ouve-me segundo a grandeza da tua misericórdia, segundo  a verdade da tua salvação. Ouve-me, Senhor, pois boa é a tua misericórdia. Olha para mim segundo a tua muitíssima piedade." ( Sl 69.13,16)
         Se temos de apelar para alguma coisa, que seja para a Graça divina. Nunca recorramos a méritos ou obras, pois com certeza ficaremos confundidos. Porém, peçamos pela grandeza da bondade do Senhor e ele se lembrará de nós. Amém.

         

Nenhum comentário:

Postar um comentário