Poderá Gostar Também De:

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

O Deus da Vida


No seu favor está a vida. ( Salmo 30.5)

Por Frankcimarks Oliveira

O Sábio disse certa vez :  Muitos buscam o favor do poderoso, mas o juízo de cada um vem do Senhor. (Provérbios 29:26). Significa dizer que não há criatura neste mundo que não dependa do favor de Deus. Todos, grandes e pequenos, necessitam que Deus use de boa vontade.
Pare  para  pensar nesse exercício divino. Deus diariamente  abre  seus  braços para a humanidade de modo que sua graça alcança até mesmo os mais pérfidos e desprezíveis homens que existem.
Deus é bom até mesmo para com os maus. Deus é bom para os incrédulos. Deus é bom com os fanáticos. Deus é bom e não  se  esforça  em  ser quem é. No seu favor está a vida, disse o salmista. Amigos, nos debrucemos um pouco sobre esta verdade.
Tu, Senhor, pelo teu favor fizeste forte a minha montanha; tu  encobriste o teu rosto, e fiquei perturbado. (Salmos 30:7)
         O Favor de Deus é a causa de permanecermos de pé. Sua presença  sempre  benevolente  e  mansa, sua figura de Pai sempre disposto a abençoar, é a razão de nos mantermos firmes, ainda que vacilantes. Na sua ira Ele nos repreende. Como? Ocultando  de  nós sua face. A sensação que isso gera em nós?  Pertubação e solidão.
         Oh, leitor, se tu já provaste da boa presença de Deus em tua vida, sabes então do que estou falando. Não há nada pior para um cristão do que sentir-se desamparado por aquele a quem ama e sabe que é amado. Ter que exclamar : Eli, Eli , Lamá  sabactani  é o martírio  mais doloroso que a própria cruz.
         Ainda bem que seu favor sempre volta. Na verdade ele nunca  vai  embora. Nós é que temos essa errônea  sensação. Por  isso dizemos : “Mas a alegria vem pela manhã”. Dizemos isso  porque  ainda  acreditamos que durante a noite da alma, no sofrimento  da  existência, Deus esteja ausente. Isso não passa de engano. Deus não arreda de nós. No seu favor está a vida e até mesmo suas setas disciplinadoras  tornam-se para seus filhos  puro  favor e graça, sinais de seu amor verdadeiro.
         Talvez  você  se  questione ao ler este verso :  O homem de bem alcançará o favor do Senhor, mas ao homem de intenções perversas ele condenará. (Provérbios 12:2) Como Deus pode ser bom com os maus se ele os condenará? Oh, amigos, existem perguntas que nem precisam de respostas. Deus todos os dias faz o sol brilhar . Todo santo dia Deus brilha sobre  nós, todavia, nos escondemos de sua face. Deveríamos ser  como o Gira sol que busca incansavelmente a radiação solar. Entretanto, nós colocamos um filtro poderoso para nos “ proteger” daquele que é chamado de o Sol da justiça. Como somos loucos! Fugimos  daquele que somente  deseja nos fazer o bem e abraçamos o vazio, o vácuo, então sentimo-nos desamparados.
         Cristo é a prova que não há ninguém bom, senão apenas Deus. O único homem bom era Deus encarnado. O único homem justo, era na verdade Deus disfarçado de homem. Por isso quem abrirá sua boca para negar a Deus o direito que ele tem de condenar quem quiser? Afinal, todos nós já maquinamos coisas perversas em nossos corações. Todavia, no seu Favor está a vida. Nele nos movemos, respiramos e existimos. Até aqueles que o chamam de Deus desconhecido.
         Deus  não  deixará de ser bom quando sentenciar seu juízo sobre qualquer pecador. Antes reafirmará sua bondade e seu compromisso com o bem. Um Deus bom só pode condenar o mal .Nesse dias todos os seus anjos o louvarão e dirão : Bendito seja o Cordeiro que vingou o sangue de seus santos.
         Estou consciente de que sou mau e de que Deus é bom. Estou consciente de que nada mereço dele e que tudo que tenho e sou, provém de seu favor em que há vida. Ora, Deus  nos dá diariamente o alimento; o fôlego de vida, a capacidade de locomoção. Nada  nos  pede em troca. Apenas Ele levanta-se de seu Trono e sai pelo mundo abençoando a todos. Pense nisso, leitor. Quão grande é nosso débito com o Todo  Poderoso! Agora, vejamos o que circunscreve o dizer :no seu favor está a vida:
         Primeiro, a vida natural de todo ser depende de Deus. O Senhor sustenta pela força de seu poder os micro organismos que o mundo desconhece.  Com sua Glória o Senhor  mantém os universos e multiversos alinhados e funcionando como ele ordenou. Suas leis físicas provam isso! As ondas do mar não ultrapassam os limites que o Criador determinou, e quando o fazem, também refletem sua obediência à eterna voz.
         Deus falou com os animais no dilúvio e eles vieram até Noé para sua própria preservação. Deus alimenta as aves do céu e cuida dos lírios do campo. Amigos, Deus ama sua criação. Ele   parou para  contemplar tudo o que havia feito e viu que era muito bom. No seu favor está a vida.
         Olhe para toda a natureza e todo o espetáculo de beleza que nela há. Cachoeiras, desertos intermináveis, pântanos, geleiras, florestas, oceanos misteriosos e profundos. Agora, pense na infinitude de vida que há em cada um desses ecossistemas! No seu favor está a vida.
         Toda  essa grandeza revela o favor de Deus. Alegre-se com isso. O Teu Deus fez as baleias, o crocodilo, o cavalo, o papagaio, o gato, as grandes  árvores, a grama, as nuvens. Como  Ele  é  inventivo! Mas, este  mesmo  Deus  mantém a vida  de  tudo o que fez.  Enquanto  lhe for conveniente e estiver dentro de seu plano, toda e qualquer espécie permanecerá  recebendo  favor  para existir. Porque na sua graça está a vida.
         Cada dia de vida de toda e qualquer criatura é uma concessão de graça divina. Também deixar de viver e passar a realmente viver a vida que Cristo nos propôs, bem como morrer  e  entrar  na  vida  eterna  são manifestações deste favor.
Segundo, a vida espiritual de todo ser depende do favor de Deus. O Senhor é a luz que ilumina a escuridão. E muitos são os que estão em trevas. De modo que não há mérito algum em quem passa a ver, mas há glória para aquele que fez enxergar.
Cristo brilhou em nossas faces a luz de sua face e agora podemos ver a Deus face a face. O Véu que nos impedia a visão fora removido. Crescemos de glória em glória à imagem daquele que nos reviveu dos mortos. No seu favor está a vida.
Sim, estávamos mortos em nossos delitos e pecados. Separados de Deus pela desobediência da lei. Mas vindo o Cristo e morrendo em nosso lugar e ressuscitando para nos justificar e nos assegurando vida eterna, então podemos cantar : no seu favor está a vida.
Como poderemos entender este paradoxo: A vida morrendo para dar vida aos que estavam mortos? Cristo mesmo disse : eu sou a vida ( Jo 14.6) Também disse : quem crê em mim jamais morrerá e ainda que esteja morto eu o ressuscitarei.
Oh, amigos, a Vida Eterna esteve em Jerusalém fazendo muitos prodígios e sinais para que crêssemos que em seu nome nos imortalizamos, isto é, nos tornamos iguais a ele. Cristo, vida abundante, vida pulsante, vida contagiante. Ele que estava com Deus no início compartilhando vida no ato criador. Ele disse haja, e houve.
A vida é eterna porque sempre existiu. A vida não passou a existir, mas sempre esteve em seu lugar de sempre. O Favor da vida se percebe na criação e na graça de fazer existir o que não existia, dando a chance de conhecer e perceber a vida , e principalmente  a vida eterna em Deus.
A vida deu vida a Lázaro depois de quatro dias de morto e sepultado. A vida deu vida ao filho de uma viúva enlutada; A vida deu vida a filha de Jairo. A vida deu vida a cada um dos apóstolos e discípulos; A vida dá vida a cada pecador que crê que no seu favor está a vida.
Podemos também juntar nossas vozes ao salmista e adaptar sua canção, todavia preservando seu significado. Ele disse :” Sua ira dura só um momento, no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer.” Chamaria esta canção de “ na porta do sepulcro de Cristo”. Para mim estou vendo Maria Madalena e suas companheiras cantando .
A  ira de Deus levou Cristo ao Calvário. Por algumas horas nosso Senhor padeceu muito. Sua morte que é seu favor nos trouxe vida espiritual e eterna. Essa morte fez aquelas mulheres  chorarem  muito. Mas ao amanhecer do terceiro dia, elas  viram a alegria  raiar.
A vida eterna é esta : que creiam no unigênito de Deus e que em seu nome todos os pecados são perdoados. Creia, leitor e terás vida com abundância, porque foi para este fim que Jesus veio ao mundo. Não para matar, nem para roubar ou destruir, mas  para nos dar sua vida abundantemente. Ele é o pão da vida; Ele é a ressurreição e a vida, Ele é a vida sem fim; Ele é a porta  para a verdadeira vida infinita de gozo e alegria no Espírito.
Nunca se esqueça disso: tudo em volta manifesta o favor de Deus. Estás vivo? Graças a Deus. Porém em Cristo e em sua morte Deus manifestou profusamente seu favor. Na sua morte está a vida. Amém.
Oremos : SENHOR, graças damos por demonstrar teu favor na cruz, morrendo para que tivéssemos vida. No teu favor está a vida natural e biológica; No teu favor está a vida espiritual e eterna. Em Cristo te louvamos. Bendito sejas. Amém.
        




terça-feira, 2 de setembro de 2014

O Poder da Graça


Não temas, porque achaste graça diante de Deus ( Lc 1.30)

Por Frankcimarks Oliveira

Como é doce o som da Graça! Como é suave sua melodia! Oh, como é maravilhosa sua canção!  Não  existe nenhuma palavra  mais sublime que esta. Graça é a Palavra que eu quero pronunciar por toda a eternidade. Quero proclamar aqui e agora neste mundo cheio de trevas.  Quero  também na eternidade louvar a majestade de sua infinita glória.

Que Graça incrível nos foi concedida, sim, de sermos chamados filhos de Deus. Nós que nem mesmo éramos povo; estávamos longe; separados da comunidade e da família de Deus. Contudo, se  manifestou sua graça  , salvadora para com todos os homens.

O  Poder  da graça  acalma os ânimos de uma donzela que ao ouvir  a mensagem divina temeu muito. Maria jamais ouvira uma saudação como aquela de Gabriel.  Ela seria mãe do Salvador  de seu povo e do mundo inteiro. Mas como, se jamais se deitara com homem algum?-  O fruto de seu ventre seria gerado pela sombra do Onipotente e seria chamado de Emanuel.

Imagine o poder desta graça , amigos. Por  amor  aos homens o  milagre  mais extraordinário Deus planejara. Sim, por amor  aos perdidos, Deus viria ao mundo e se aprisionaria no ventre de uma donzela e para sempre num corpo de carne e osso.

Pense, leitor. Use a imaginação que o Pai te deu. Veja o Glorioso  e  Santo  Senhor  de todas as eras, que assenta-se sobre o globo da terra e que vê aos homens como gafanhotos,  Ele que estende os céus como uma cortina,  fora  capaz  de  humilhar-se  no  mais  profundo grau de humilhação.

O anjo disse a Maria   todas as coisas absurdas que Deus imaginara na eternidade e ela pasmou. Todavia , sua mensagem mais bela fora : NÃO TEMAS , PORQUE ACHASTE  GRAÇA  DIANTE   DE DEUS.

Essa é a única mensagem  de fato importante para os ouvidos humanos. Não há na Bíblia nenhum verso mais feliz e mais encantador. Não, amigos, meus ouvidos dançam com o ritmo tão frenético dessas sílabas. “ Não tenha mais medo, você achou graça aos olhos de Deus”.

Maria  fora  escolhida pelo Pai de Jesus Cristo para ser a mãe de Jesus Cristo. E Deus continua obcecado em repetir tal encenação no mundo. Deus continua escolhendo gente simples e medrosa para carregar seu Filho no interior  mais  profundo da alma. Cristo deve ser gerado dentro dos corações e deve crescer não por nove meses, mas por toda a vida. Cristo deve ser a água incontida de barragens que não suportam sua elevação e explodem. Cristo deve elevar-se dentro de nós, pecadores, e deve ser visto como uma explosão de uma bomba de hidrogênio.

Ah, Jesus, que tua Graça nos encontre e nos faça os mais bem aventurados seres deste mundo. Nós que estamos perdidos , precisamos cair na tua graça e ganhar teu favor imerecido. Precisamos tropeçar no caminho e cairmos  afortunadamente em teus pés, e encontrarmos em ti a pérola de grande valor. Seria a queda mais doce. Sim, até mesmo se nos feríssemos com esta queda, ainda assim, seria o melhor de todos os infortúnios.

Estamos  andando e sem esperarmos tu nos aparece com graça soberana e nos diz : Não temas, chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Ah meu Senhor, não fomos nós quem te escolhemos, mas foi o Senhor mesmo quem brilhou em nossos corações, de modo que , tão poderosa é a tua luz, que caímos prostrados de tão fracos que somos diante de ti. Porém o mais interessante é que mesmo sendo tu tão poderoso, tu te lanças em nossos pescoços e nos diz : “Achaste Graça diante de mim”

         Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor. (Gênesis 6:8)  E qual foi o resultado disso ? Salvação.  A tua graça sempre nos  presenteia  com  salvação. De modo que os bons pregadores dizem : Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno. (Hebreus 4:16)
         Quem não se achegaria diante de um Deus tão manso como o Senhor? Quem teria medo de clamar por ti, visto que teus ouvidos estão bem abertos para sempre nos ouvir? Oh, Senhor, os cravos em tuas mãos são a prova de que és tu mesmo o mais interessado em salvar.
          Quem teria medo de clamar a um cordeiro que morreu para redimir pecados? Quem teria medo de um Deus assim tão bom e cheio de boa vontade para com aqueles que estão cheios de má vontade? – Não, Senhor, não posso acreditar que ainda existam  aqueles que  se recusem  a se achegar mais perto da tua presença. Como pode ? Seria a maior incongruência. Se na cruz teus braços abertos deixam bem claro tua vontade de abraçar os perdidos, como não correremos nós para ti?
         Se depois de tantas vezes ouvirmos o mensageiro dizer :  Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus.( Lucas 1:30) , como  não  ouvirei  também  esta mesma mensagem  com  meu  nome?
         És surdo, leitor? Não percebes que Deus é bom para com todos e que todo aquele que vai até ele de modo algum será lançado fora? Estás fora de ti ou não queres aceitar o amor de DEUS?
         Em saber que não somente achamos graça ao olhos de Deus, mas por saber que é Deus mesmo que prepara o caminho para sua graça se manifestar a nós, podemos jubilar de alegria.
Ora, Deus fez com que Daniel achasse graça e misericórdia diante do chefe dos eunucos. (Daniel 1:9) . Deus é quem faz que sua graça nos seja favorável. É Deus quem quer salvar e é Deus quem salva. É Deus quem procura e é ele também quem nos acha. Oh, profundidade das riquezas insondáveis! Glória a Deus nas alturas e paz na terra e boa vontade para com seus habitantes. Louvado seja seu nome santo em todas as gerações e que todos digam : Sua misericórdia não tem fim.
Oremos como Labão, ou como Moisés, ou como Ester e tantos outros : Se achei graça aos teus olhos me concede isto. Oh, amigos, nossas orações só são ouvidas por causa da Graça. O poder da graça traduz  nossas fracas palavras em poderosos gemidos do Espírito Santo. Aliás, a Graça é tão poderosa que o mesmo  Espírito é quem roga por nós. Imaginem só, Deus Poderoso rogando por mim!
A graça nos faz clamar por Deus e por sua presença. Se não fosse a graça de Deus operando em nós, jamais oraríamos assim : Meu Senhor, se agora tenho achado graça aos teus olhos, rogo-te que não passes de teu servo. (Gênesis 18:3)
Muita ousadia nos concede a graça. Porque a Graça  põe fim ao medo que temos de Deus. Quem achou graça sabe que não pode morrer. Uma vez que o Rei estendeu seu séquito para nós, podemos permanecer vivos em sua face.
Deixa estar a Davi perante mim, pois achou graça em meus olhos. (1 Samuel 16:22)
Assim como José no Egito achou graça aos olhos de seu Dono e passou a servI-lo em lugares mais elevados. A graça de Cristo nos eleva acima das nuvens e nos faz assentar nos lugares celestiais na presença de Deus Pai. Ele não nos chama de servos, mas de amigos e isso vem do poder da graça.
O Poder da graça remove o medo; nos dá ousadia para orarmos a Deus; nos põe em seu serviço; nos eleva a lugares altos; nos torna filhos do Pai celestial. A graça opera todas as coisas, porque  tudo que recebemos vem dela e sem  ela  nada  podemos fazer. Graças a Deus pela Graça de Deus. Amém.






segunda-feira, 18 de agosto de 2014

"Sansão" na Cruz


Então  Sansão  clamou  ao  SENHOR, e disse: Senhor DEUS, peço-te que te lembres de mim, e fortalece-me agora só esta vez, ó Deus, para que de uma vez me vingue dos filisteus, pelos meus dois olhos.

Por  Frankcimarks Oliveira
Pretendo com esta mensagem :

1-   Comparar a vida e ministério de Sansão com o de Cristo;
2-   Demonstrar a Graça Soberana de Deus na vida dos pecadores;
3-   Demonstrar que Cristo é o Sansão da Alma pecadora, o salvador e libertador de seu povo.

Todas  as  vezes que leio a história de Sansão me identifico muito. Como é grande a manifestação de poder na vida deste homem! Tudo na vida de Sansão foi muito intenso. Talvez por isso , mesmo sem saber quem seria esse menino, seus pais lhe deram este nome que significa “ como o sol”. E é verdade que Sansão foi grande como o sol, forte como a estrela central de nosso sistema planetário e sua luz em Deus nos revela a verdadeira  luz que brilha sobre os homens que é Cristo Jesus.

Seu  nascimento  fora  anunciado por um anjo, assim como o de nosso Senhor. Sua vida fora consagrada ao serviço de Deus, assim como a de Cristo. Ele era nazireu de Deus e nosso mestre , Nazareno. Muitos dizem que estas duas palavras possuem a mesma raiz gramatical.

Sansão  fora  chamado para ser o libertador de Israel na época em que não havia reis nesta nação. Ele fora juiz e salvador de sua gente. E ao meu ver, Sansão  fora o salvador mais  apaixonante  do velho testamento. É Verdade  que  Gideão  também é muito empolgante, mas  nenhum  deles se compara  com Sansão.

Vejo em Sansão não somente a manifestação mais poderosa do Espírito de Deus em seus dias, conferindo-lhe força descomunal para lutar contra os inimigos de seu povo, vejo  sobretudo, Graça e misericórdia como principais símbolos de seu ministério.

Não  há  figura  mais  polêmica  e  demasiadamente  humana  que este homem de Deus. Sansão é sem sombra de dúvidas um escândalo  de  Graça , tanto para seus dias como para os nossos. Nele  eu  vejo a soberania de Deus e a incondicionalidade de seu chamado e de seu amor. Sansão me consola com sua história, porque  vejo um Deus que está conosco “apesar de nossas  fraquezas ”, e não “por causa de nossa virtude”.
Sansão  era  forte  no Espírito,  mas  fraco  na  carne. Apaixonado por todas as mulheres  estrangeiras, principalmente  as  mais perigosas. Dalila era a própria serpente se enroscando em seu tornozelo. Ele amou aquela prostituta com a inteireza de seu coração, assim como Cristo ama  os  pecadores mais vis e desprezíveis.

 Sansão  revelou   seus mistérios àquela que o trairia como Judas  traiu  seu Mestre, com um beijo. Sua força vinha de Deus e em suas sete tranças residia todo seu poder. Oh, amigos, Cristo também nos revelou seus segredos mais ocultos através de seu precioso evangelho. O Deus forte deixou-se seduzir por meretrizes e  publicanos,  pecadores e inimigos seus. Nós  somos  Dalila,  somos  a “tentação do Cristo”, somos  os  responsáveis por  sua  miséria  e fraqueza,  ainda que ele é e sempre foi o Todo Poderoso.

Cristo é o Sete de Deus; Isto é, a revelação perfeita dos mistérios divinos. Todos  os segredos de Deus se descortinam na  pessoa  de  seu Filho. E a cruz foi a tesoura usada para cortar suas tranças. Sim, amigos, esta  poderosa  tesoura  cortou de alto a baixo o véu do templo que nos separava  do Santíssimo lugar onde Deus se assenta gloriosamente.

Sansão  é  tão perfeito em revelar a Cristo que sua fraqueza foi o motivo da salvação de Israel.  Foi  somente  quando foi aprisionado, que seu povo foi liberto. Foi somente quando ficara envergonhado, que seu povo fora honrado; Foi somente quando exposto ao vexame diante de todos, que removeu de sobre seus irmãos a vergonha eterna. Por acaso não foi assim com o Nazareno? Em sua força e majestade vimos muitos prodígios e milagres. Em sua força e saúde ouvimos lindas  mensagens e poderosas repreensões. Contudo foi em sua baixeza  que  Cristo brilhou como o Sol. Quando exposto a mais alta forma de humilhação e desprezo, é que de fato Cristo foi poderoso. Eis aí o grande senso de humor de Deus! Fraco, mas ainda mais poderoso pra salvar.

Foi  contado entre os transgressores e considerado o cabeça da bandidagem e rebelião. Visto que fora entronizado entre os malfeitores, bem no centro estava o justo e  inocente  Rabi  da  Galiléia. Mas o que ainda é mais marcante é que seus braços abertos demoliram todos os ídolos de nosso coração. Assim como Sansão no templo do deus filisteu, Cristo abriu seus braços na cruz e não deixou pedra sobre pedra. Pôs  abaixo  todo  o sistema   inútil  de  sacrifícios  e superstições  humanas. Cristo humilhou os principados e potestades, assim como Sansão o fez em seus dias. E sua morte  fora a razão de nossa vida.

Sansão  rogou  ao Pai : “dá-me  só   desta  vez forças” e sacrificou sua vida por amor a Israel. Suas mãos se apoiaram sobre as duas principais colunas do templo, onde estavam todos os poderosos filisteus. Toda gente que  ali  se  reunia  morreu através de um único homem escolhido por Deus.

Cristo  na  cruz  vingou  a  Deus  e cumpriu sua santa justiça contra os pecadores. Ele mesmo disse : ninguém tira a minha vida, eu mesmo a dou e torno a tomá-la. Sim, amados, eu vejo meu Sansão na Cruz, totalmente homem, com todas as limitações de homem,  clamando : Deus meu, Deus meu...e seu desamparo  me aproximou eternamente daquele que me ama ao ponto de matar seu próprio filho.

Vejo meu Sansão brilhando como o Sol no Calvário ao ponto de fazer o próprio Sol escurecer , declarando que o verdadeiro e único sol é Cristo. Meu  Sansão  Eterno destruiu o altar a Satanás que toda a humanidade  adornava.  Ele esmagou a cabeça da serpente ali no madeiro, não em sua força e onipotência, mas  em  sua  fraqueza plena. E agora , leitor, pense  comigo, se  Cristo  em  sua fraqueza fez o que fez, o que não  fará em  seu  atual estado Onipotente? Pois ele mesmo disse  após  ressurgir dos mortos : Todo o poder me foi dado nos céus e na terra.

Agora,  olhe  para  Sansão e veja a si mesmo. Console-se no fato  de que   nem mesmo os pecados deste  homem puderam afastá-lo do plano divino para sua vida. Na verdade , quem poderá nos separar do amor de Deus? – nada , nem ninguém,  nem   nós mesmos  o  podemos.  Reconheça  que você é apenas um homem ou uma mulher que pela bondade do Pai recebe forças   do  Espírito. Nada temos em nós mesmos. Só o Espírito Santo é capaz de operar em nós eficazmente. Ele é a força da nossa vida. Mesmo quando somos enredados pela tentação e pelo pecado.

Sansão orou como aquele ladrão ao lado do Senhor na cruz : “lembra-te de mim”. Pode , porventura uma mãe esquecer-se  de seus filhos? Não. Assim também  nosso  Deus tem  em  suas  mãos os cravos que lembram constantemente que morreu por nós e nossos nomes estão escritos em seu memorial.

 O  Pecado  pode  nos afastar de uma comunhão mais profunda com o Pai, mas estou bem certo que o bom filho a casa  retorna.  Assim,  Sansão  também  foi um pródigo em seus dias. Prostitui-se com as meretrizes, quase  que  comeu  das  bolotas  dos  porcos, tal  foi o estado de miséria que se encontrou, cego dos dois olhos.

É  verdade  que a Bíblia  diz  que houve uma hora em que Sansão  não  mais possuía  aquelas antigas virtudes de outrora.

 Porque ele não sabia que já o Senhor se tinha  retirado dele. (Juízes 16:20)

Graças  a Deus  que  a história  não termina por aqui. Sua oração final  é sua reconciliação com o Deus que na verdade nunca o deixara de fato. O texto diz que não havia mais  forças  nele,  porque  seu cabelo havia sido cortado. Mas logo  que  este  torna a crescer, Sansão recobra suas forças e roga a Deus que esteja com ele para cumprir seu chamado.

Amigo, se  seu relacionamento com Deus fora ‘cortado”, tenho certeza que ele tornará a crescer pela graça que já te foi dada. Já vejo em teus lábios a prece que diz: “torna-me a dar forças”.

Termino dizendo que nossa vida é um grande enigma. Estamos rodeados  de  coisas misteriosas e incertas. A vida é complexa  e nós  somos  simples demais para entendermos tudo.  Mas o que importa é entendermos o enigma que Sansão propôs. Aquele do leão  morto e do mel em cima dele.  A graça de  Deus  era  o mel sobre o leão morto . Porque Cristo, o leão de Judá , morreu e há doçura em sua morte. E porque Cristo morreu, posso comer das delícias nele inerentes.

Coma  deste mel doce e sua alma se encherá de doçura. Coma sem  medo, o leão morreu  e deixa que você vá até ele e pegue livremente de seu mel. O leão está vivo, mas continua manso e dócil para com aqueles que crêem em seu nome e no poder  de sua morte. Coma, leitor, este mel é o remédio de todo enfermo de espírito. Que Jesus Cristo nos abençoe com sua Graça infinita, poderosa, insistente, reluzente como o Sol. Amém.