domingo, 5 de julho de 2015

A quem tens buscado ?

Eu sei  que  buscais a Jesus ( Mt 28.5)

Por  Frankcimarks  Oliveira

Cristo Jesus caminhou com pessoas simples, pobres e carentes de tudo enquanto esteve nesse mundo. Ele era, por assim dizer, uma fonte que supria todas as fragilidades humanas, daqueles que criam em seu nome e o buscavam em sinceridade.

Aquela gente sofrida tinha em Cristo um alto refúgio. Elas sabiam que o Senhor não despede de mãos vazias aqueles que correm à sua presença, como disse o salmista : Recorram ao Senhor e ao seu poder; busquem sempre a sua presença.( Salmos 105:4)

Nós  falhamos quando deixamos de crer no Senhor e na força do seu poder. Que o Espírito nos conduza sempre àquele que é socorro bem presente nas horas de aperto.

Amados, hoje analisaremos um pequeno verso, mas que fala bastante aos corações. Os anjos disseram àquelas mulheres que queriam ungir o corpo do Senhor na sepultura : Eu sei que buscais a Jesus ( Mt 28.5). Essa fala me  saltou  aos olhos, pois ela se aplica a tantas coisas. Nesse contexto, as discípulas buscavam o corpo morto para ungi-lo, como a tradição demandava. Todavia, foquemos somente  na  fala angelical:  Eu sei que buscais a Jesus .

I-                 Até mesmo os anjos conhecem aqueles que buscam a Cristo.

Isso é maravilhoso, amigos: Ser conhecido nos céus. Podemos falar de Paulo, que até mesmo os demônios reconheciam sua pessoa e autoridade no mundo espiritual, visto que disseram certa feita a pseudo exorcistas : Nós conhecemos a Jesus e a Paulo, mas vós quem sois ?

Desse modo, tomemos conhecimento de que os anjos do Senhor  nos conhecem muito bem, e sabem quando o buscamos. “ Eu sei que buscais a Jesus”. Temos buscado a face do Senhor,  mesmo em momentos de dor, como é o caso dessas  seguidoras  enlutadas? A verdadeira fé grita : Ainda que Deus estivesse dormindo, ou até mesmo morto, eu o buscaria, pois  sei que para ele nada é impossível!”

II-              A quem você tem buscado ?

Perceba o enfoque dado a Jesus. É a ele que o pecador entristecido deve buscar. Pois  Cristo e somente Cristo é o caminho até Deus. Sei que vivemos dias em que se diz que toda religião é bela, todos os caminhos levam a Deus, mas aqui falo de minha fé pessoal, da minha experiência mística, que me diz e que afirma : Cristo, somente Cristo é suficiente!

A voz  do Salvador faz eco com a de Paulo escrevendo a Timóteo : Procure vir logo ao meu encontro( 2 Timóteo 4:9). Existe uma urgência na voz do cordeiro chamando os pecadores  à sua presença. Não se demore, busque a Jesus.

Essa experiência de fé requer de cada um de nós uma completude do ser, como disse o profeta : Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração. (Jeremias 29:13) Cristo , pão da vida, não se dá aos pedaços ou migalhas, ele se dá a cada crente, de maneira pessoal e direta, completamente. Temos que ingeri-lo por inteiro. Por isso, ele mesmo pede que o busquemos com todo o  nosso  ser, então, assim o acharemos.

Logo no início dos evangelhos, lemos : Simão e seus companheiros foram procurá-lo (Marcos 1:36). Eles não foram em busca de outros líderes da época, nem de profetas, nem pastores ou políticos. Não! Eles foram procurar a Jesus de Nazaré e foi Jesus  quem os achou e os chamou para seguirem-no. Faça o mesmo, busque a Jesus.

O Salvador entoa um doce cântico desde os céus : A teu respeito diz o meu coração: "Busque a minha face! " A tua face, Senhor, buscarei. (Salmos 27:8). Que nossa resposta  seja  sempre igual a do salmista.

Amigos, Cristo venceu a morte. Suas seguidoras não o acharam morto naquela tumba. Ele ressurgiu dos mortos, todo poderoso, triunfante. Por isso temos mais motivos para buscarmos ao Senhor :

Olhem para o Senhor e para a sua força; busquem sempre a sua face. (1 Crônicas 16:11)

Novamente enfatizo que é a Jesus a quem vós deveis buscar. Quando Judas o traiu e o deletou , os soldados disseram quando interrogados : "A quem procuram? " E eles  disseram: "A Jesus de Nazaré". (João 18:7)

A quem você tem buscado em suas preces, leitor ? Que nome você invoca em rogos ? Posso falar de mim, pois sempre que clamo, faço isso no nome bendito de Jesus Cristo.

As mulheres que foram ungir a Jesus não o acharam morto, mas ele apareceu para elas, vivo e glorificado : e quando o viram, adoraram ( Mt 28.17). Porque quem procura  acha, e a quem bate a porta se abre.


Termino dizendo que aquele que esteve morto, reviveu e te diz : Assim diz o SENHOR : "Busquem-me e terão vida; (Amós 5:4). Que os anjos digam de você :  Sei que busca a Jesus . Amém.

domingo, 28 de junho de 2015

A sensação de Desamparo

Senhor, lembra-te de mim ( Lc 23.42)

Por  Frankcimarks  Oliveira

Deus não é homem para se esquecer de qualquer coisa. Contudo, através de linguagem bem típica dos homens, o Senhor demonstra que está velando por seus amados, ainda que nós, limitados e confusos, achemos que ele se esqueceu de nossos sofrimentos.

Assim como Davi lembrou-se do que havia dito a Jônatas, seu melhor amigo, de que cuidaria de sua descendência, o Pai também prometeu a Cristo, que cuidaria de seu rebanho. Somos amados por Deus em Cristo. Somos o Mefibosete de Cristo e somos cuidados com carinho pelo Deus de toda consolação.

Leitor, não pense que o amor de Deus  possa diminuir por você. Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e para sempre. Em sua mesa nossas imperfeições são desconsideradas, pois sua Graça ultrapassa nossos defeitos. Mefibosete  era aleijado de ambos os pés, completamente incapaz, todavia foi lembrado e provou da beneficência de Davi.

Senhor,  lembra-te  de mim, quando entrares no teu reino, disse um dos ladrões pendurados ao lado de Jesus no Calvário. Ali estava mais um Mefibosete, esquecido e desamparado pelos homens. Ali também  estava o Filho de Davi, na  mesma situação, também sem poder usar suas pernas, não porque fossem atrofiadas como as do neto de Saul, mas porque estavam pregadas na cruz.  Queridos, como o mistério do amor divino é profundo!  Cristo disse ao clamor do miserável : Ainda hoje estarás comigo no Paraíso.

Pense um pouco, Mefibosete fora consolado em Jerusalém, no palácio do rei Davi, comia pão a sua mesa, ao lado dos príncipes de Israel.  Nós seremos do mesmo modo consolados, agora por Cristo, na nova Jerusalém, os céus de glória, onde Deus habita, comeremos em sua mesa junto com os santos.

Essa Lodebar  está cheia de dores, agonias, frustrações, decepções, esquecimento. Sim, amados, Jesus disse que neste mundo teríamos muitas aflições.  Esse mundo só produz abrolhos  e espinhos.  Não tenha dúvidas de que nascemos para sofrer e sofreremos tão certamente  quanto o sol nasce todos os dias. Enquanto houver pecado e pecadores, sentiremos o peso da dor.

Não te lembres dos pecados e transgressões da minha juventude; conforme a tua misericórdia, lembra-te de mim, pois tu, Senhor, és bom. (Salmos 25:7)

         É a bondade de Deus que nos tem poupado dia a pós dia de maiores dores. Não se engane, leitor, Deus é bom até com pessoas más, como eu e você.  Suas misericórdias são derramadas sobre a terra, assim como a chuva sobre os campos. Desse modo, nossas orações deveriam ser sempre assim :

Lembra-te, Senhor, da tua compaixão e da tua misericórdia, que tens mostrado desde a antigüidade. (Salmos 25:6)

         Alguma vez  você já  sentiu que Deus se” afastou” de ti , fazendo seu espírito se angustiar ?  Logo, a única prece que nos vem aos lábios é “ lembra-te , Deus, do teu amor por mim”.  Mais uma vez digo, o Senhor não se esquece que é amor, é impossível Deus não saber quem ele mesmo é. É como se eu em algum momento me esquecesse que estou vivo e respirando. Apenas algumas vezes temos essa sensação, devido ao sofrimento que nos acomete, acabamos questionando onde Deus está. Deus está no mesmo lugar de sempre!

Lembra-te, Senhor, do que tem acontecido conosco; olha e vê a nossa desgraça.( Lamentações 5:1)

         É comum em  meio as dificuldades blasfemarmos contra Deus. É como se Deus fosse culpado por todo o mal que nos sobrevêm.  Agora, eu te convido a ir La na cruz e contemplar o próprio unigênito de Deus exclamando : “ Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste ? O próprio Filho eterno sentiu na pele a dor, o sofrimento e a morte. Através dele o próprio Deus sentiu essas mesmas coisas, de modo que ninguém pode acusar Deus de injustiça, visto que ele sabe o que é padecer. O Senhor assumiu a forma humana, sentiu fome, frio, e bebeu o cálice mais amargo. Quando oramos a ele e dizemos que sofremos, ele entende perfeitamente o que queremos dizer. Ele mesmo pediu ao Pai : “Lembra de mim”, para demonstrar ao mundo que essa sensação de abandono e desamparo é conhecida pelos céus. Todavia, sabemos pelos bastidores, toda a trama de Deus e o que ele pretendia com o martírio de Cristo : nossa remissão. Do mesmo modo, talvez , não entendemos agora, mas entenderemos depois, toda essa dor que viver nos traz, tenha um porquê.

         Ele se lembrará que somos pó. Ele olhará para nós com bondade e se compadecerá de nós. Na cruz ele já antecipou sua consolação, na eternidade ele a completará. Apenas quero que você entenda, leitor, que não é o único a se sentir sozinho as vezes, mesmo crendo em Deus, um Deus onipresente. Muitos servos devotos de Deus em suas orações  já “brigaram “com o céu:

Lembra-te de como é passageira a minha vida. Terás criado em vão todos os homens? (Salmos 89:47)

         Perceba aqui a indignação deste adorador. Ele questiona a própria existência. Por que Deus criou o homem ? Esse é o louvor que agrada a Deus. Quando derramamos nossa sinceridade diante dele, até mesmo nossa descrença, incredulidade e frustração. O Senhor sonda os corações.

         Quero concluir dizendo que existem muitos crentes espalhados pelo mundo, que se sentem infelizes, tristes, angustiados pela vida e que oram a Deus : “Lembra de mim, Senhor”. Quero que quando você se deparar nessa mesma condição, lembre-se que o amor de Deus não mudou. Nossas sensações em relação a ele é que mudam com as circunstâncias. Louve :

Lembra-te de mim, Senhor, quando tratares com bondade o teu povo; vem em meu auxílio quando o salvares, (Salmos106:4)


        
        

        


segunda-feira, 30 de março de 2015

Se Deus é por nós

Se o Senhor é conosco, por que tudo isto nos sobreveio?

(Juízes 6:13)

Por  Frankcimarks  Oliveira

Pretendo com esta mensagem :

1-   Analisar a questão feita por Gideão a Deus e perceber suas implicações;
2-   Demonstrar que Deus é Deus apesar das circunstâncias e que sua fidelidade é imutável.

Infelizmente é comum ouvirmos tais queixas perante o céu. As pessoas acham que crer em Deus é está imune a todas as intempéries da vida. Acreditam que depositar a fé em Deus é como comprar um seguro de carro ou coisa parecida. Deus nunca mentiu quando disse : “No mundo tereis aflições”. Querendo ou não, vivemos em meio a uma geração manhosa, fraca e infantil. Existem “crentes” que por tudo se magoam com Deus e por qualquer motivo se “intrigam” do eterno.

Porque  a  sua  benignidade é grande para conosco, e a verdade do Senhor dura para sempre. Louvai ao Senhor.”( Salmos 117:2) Ah , se ao invés de murmurarmos contra os céus, erguêssemos nossas vozes em louvor. “ Por tudo daí graças , porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para conosco”. Amados, olhem para o modelo de homem perfeito que foi Jesus de Nazaré e perceba  que  Deus é Deus bom e amoroso apesar de uma cruz nos ombros. Deixemos de lado a ilusão de que o mal não nos sobrevirá. Todavia, guardemos a certeza de que em meios aos  vendavais  da  existência, o Senhor sempre tem o seu caminho  para  nos  encontrar e uma mão poderosa para nos salvar.

“Por que te esquecerias de nós para sempre? Por que nos desampararias por tanto tempo?”( Lamentações 5:20) Não sou louco de dizer que não é  compreensível  algumas vezes em meio a dor e sofrimento ouvirmos ou até mesmo dizermos o que o profeta disse em seu lamento. Deus mesmo entende o gemido da alma. Devemos orar a Deus até mesmo quando estamos “desconfiados” de seus cuidados. É melhor uma oração sincera e cheia de amargura do que uma oração vazia e repleta de mentiras .
Deus não te esqueceu, leitor. Talvez você saiba que Deus é amor. Com certeza você sabe que para Deus nada é impossível. Ou quem sabe, você em suas leituras bíblicas encontrou o verso que diz : “Jamais te deixarei e jamais te desampararei”. Todavia, tudo o que você consegue sentir é que Cristo está a milhas de distância de ti. Não pense que você é um caso isolado , amigo. Leia os salmos e rapidamente perceberás que todos os homens de Deus, bem mais piedosos que eu e você, chegaram a se sentir assim. Essa vida está cheia de espinhos e nós andamos descalços.
“ Deus  meu, Deus meu, por que  me  desamparaste? Por que te alongas  do meu auxílio e das palavras do meu bramido?”( Salmos 22:1). Se Cristo Jesus , o filho unigênito de Deus, sentiu-se assim, então não se engane, em alguns momentos também sentiremos a dor dos pregos e um silêncio sepulcral vindo dos céus. Todavia, sabemos que o Deus que se oculta nas sombras está conosco. Seu amor dura para sempre.
Jesus encarnou a vida humana em sua plenitude. Ele se identificou tanto conosco ao ponto que para nos consolar , demonstrou  conhecer todos os nossos martírios. Mas, Cristo mesmo sendo inocente, nunca  foi  frouxo ou se fez de vítima. Não vemos nos lábios do Salvador a murmuração : Se Deus é comigo, por que tudo isso me sobreveio?
Espere o domingo de manhã chegar, amigo. As noites que um cristão enfrenta  são  sombrias   e  tenebrosas. Mas já ao romper da alva o Senhor  vem para nos retirar da sepultura . Nenhuma pedra é grande o  suficiente  para impedir  nossa libertação.
“Os aflitos e necessitados buscam águas, e não há, e a sua língua se seca de sede; eu o Senhor os ouvirei, eu, o Deus de Israel não os desampararei.”( Isaías 41:17) Confie no Senhor e você verá que a seu tempo ele faz tudo perfeito. Não se precipite em dizer : Se Deus é comigo, porque todo esse mal me  sobreveio?
No contexto de Gideão , vemos que todo o sofrimento que o povo enfrentava era consequência de sua idolatria.  Rapidamente o povo se desviou dos caminhos do Senhor, adorando a deuses estranhos e fazendo o que era mau aos olhos divinos. Por isso, antes de se fazer de vítima, pense  bem e avalie seus caminhos. Nós colhemos o que plantamos. Sejamos maduros e honestos diante de Deus  e  assumamos  nossas responsabilidades.
“E recusaram ouvir-te, e não se lembraram das tuas maravilhas, que lhes fizeste, e endureceram a sua cerviz e, na sua rebelião, levantaram um capitão, a fim de voltarem para a sua servidão; porém tu, ó Deus perdoador, clemente e misericordioso, tardio em irar-te, e grande em beneficência, tu não os desamparaste”.( Neemias 9:17)
Ainda que sejamos infiéis, o Senhor permanece fiel. Eis aqui um verso que prova isso. A graça de Deus vem ao encontro de nossa maldade e nos lava completamente. Deus não nos trata conforme nossas iniquidades, pois se o fizesse, não sobraria ninguém para contar história.

Olhe para Jesus e confie em seu amor, graça e perdão. Ele disse : estou convosco até o fim, logo não podemos repertir o que os antigos disseram : se Deus é conosco por que tudo isso nos sobreveio? Até mesmo o mal está sob controle e domínio divino. A morte e a desgraça de Cristo nos trouxe grandes benefícios. Portanto, guardemos firmes esta esperança : se Deus é por nós, quem será contra nós? Amém.