domingo, 19 de fevereiro de 2017

Longe dos templos, perto de Deus


POR FRANKCIMARKS OLIVEIRA

Todos nós estamos diante Daquele que fez o céu e a terra, de modo que se existe uma coisa impossível de se realizar é ausentar-se Dele. O salmista mesmo declarou (Salmos 139:7-12) :

Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também. Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim. Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa;

Portanto, leitor, gostaria que você compreendesse:
1-    Ninguém pode desviar-se da presença divina;
2-    Todos os seres estão continuamente na presença de Deus;
3-    Não se pode achar Deus em lugar algum e ao mesmo tempo pode-se encontra-lo em todos os lugares.

Infelizmente muitos ainda acreditam que só podem encontrar o divino dentro dos templos religiosos. Estão habituados a deslocarem-se de suas casas em busca de uma congregação, onde se sentirão mais conectados a Deus. É uma pena que assim acreditem, pois isso restringe a comunhão que se pode ter com o Criador. Jesus mesmo disse que Deus é Espírito, ou seja, não está limitado ao mundo físico e material. Todo aquele que invoca o seu nome em sinceridade o achará, não importa onde esteja.

Cristo ia ao templo e as sinagogas porque a maioria de seus ouvintes estava ali. Não se esqueça de que ele fora achado nos lugares mais inusitados: festas, desertos, poços, barcos, montes, casas de religiosos, com ricos, com pobres, em jardins etc.

“Não é neste monte, nem em Jerusalém que adorareis ao Pai, mas em Espírito e em verdade.”

Chegou o tempo da graça, em que os arquétipos velhos testamentários foram ultrapassados, porque aquele que é perfeito já os cumprira. O templo judaico era uma alegoria de Cristo, assim como o sacerdote, o cordeiro e todo o restante.

“ Não ficará pedra sobre pedra que não seja derribada.”

Cristo pôs fim a toda essa simbologia, que teve sua importância e cumpriu sua finalidade, mas agora já não temos necessidade de vivermos o que os antigos vivenciaram. O povo judeu acreditava que só o templo o mantinha de fato unido a Deus. Eles criam que a arca da aliança era a própria garantia de que o Senhor estava entre eles, garantindo-lhes vitórias sobre seus inimigos, inclusive. Contudo, Jesus de Nazaré viera exatamente para pôr fim a essa estrutura de crendices. Ele derrubou este templo e assumiu o seu lugar.

Você não precisa de padres, pastores, bispos, rabinos para conectar-se a Deus. Você precisa apenas de fé. Estamos livres como filhos de todas essas demandas ultrapassadas.

E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; (Lucas 5:37)

Beba do vinho novo que Cristo nos trouxe! Abandone as velhas crendices, já caducas de tão velhas, que já cumpriram seu papel na história de Deus. Você está livre, de mãos desacorrentadas, mas deseja permanecer vivendo na senzala.

“ Não vos chamarei mais de servos, mas de amigos.”

Não permita que esses muitos falsos mestres religiosos vos aprisionem em novas correntes de doutrinas e costumes humanos, como dízimos, ofertas, primícias com o pretexto que você só estará na presença de Deus se cumprir uma lista de obrigações ritualísticas. Não se deixe enganar. Na época de Paulo, esses mesmos homens queriam impor a circuncisão como requisito de salvação. Paulo caiu veementemente sobre tal falácia. Sua salvação não depende de cumprir regras, leis e normas religiosas. Você não precisa ser membro de uma organização humana, hoje chamada de igreja, erroneamente, para estar na presença do Eterno e ser amado por ele.

A casa do Pai não é o templo religioso como muitos pregadores gritam enquanto pregam sobre o filho pródigo que se desviou do caminho. Não! Essa parábola apenas pretende ilustrar o amor divino e nada tem a ver com pertencer ou não a uma instituição eclesiástica.

Como eu disse :todos nós estamos continuamente na presença de Deus. Nem mesmo o diabo se isenta desse privilégio. A diferença é que nós, humanos, podemos amar a Deus e experimentarmos o seu amor.

Assim os justos louvarão o teu nome; os retos habitarão na tua presença. (Salmos 140:13)

Não é fácil romper com os costumes e tradições que a sociedade vive e obriga que  os demais também o façam para serem aceitos em seu seio. Porém, como Jesus mesmo disse, poucos atenderão ao chamado. Se o mundo te rejeitar, Cristo te acolherá de braços abertos.

Os religiosos em todos os evangelhos são denunciados por tentarem fazer o Messias aceitar seus costumes inúteis para a alma humana. Questionavam porque Jesus e seus discípulos não lavavam as mãos antes de comer, porque não guardavam o sábado, porque bebiam vinho e não jejuavam tanto quanto os demais. Essas coisas são grades disfarçadas que servem apenas para aprisionar ainda mais os pecadores e enganá-los, fazendo-os acreditar que estão agradando a Deus. Sabe o que agrada a Deus? Viver de maneira honrada e honesta, sem prejudicar o direito do próximo; fazendo aquilo que é justo, sem cobiçar o que é do outro. O resto é invencionice da soberba humana.

 As coisas feitas pela carne não podem agradar a Deus: dar esmolas, jejuar e orar podem se tornar coisas carnais. Deus é quem saberá julgar as intenções. Se alguém jejua para mostrar que é piedoso, não passa de um hipócrita exibicionista. Como Jesus disse: essa pessoa já recebeu seu galardão, não de Deus, mas dos homens que o terão como espiritual. O verdadeiro homem espiritual não busca louvor da parte de terceiros, antes ele louva a Deus no segredo de seu quarto, pois se quer ser visto é apenas por Ele e ninguém mais.

Deixar o cabelo crescido, não aparar os pelos do corpo, usar determinadas roupas não farão nenhum benefício á sua alma, apenas o tornará uma pessoa arrogante de sua própria religiosidade. O que Deus busca é o amor compartilhado e não a ostentação superficial do exterior.

Você não se desvia de Deus por deixar de cumprir os costumes de sua igreja. ( as pentecostais são as mais legalistas). Você se aproxima de Deus quando entende que nada do que faça é o bastante para ser aceito por ele. Nossas obras não passam de lixo para Deus. Principalmente quando acreditamos que elas nos darão créditos para salvação. Se você ainda é desses, sinto em lhe dizer, mas você ainda não compreendeu nada do Evangelho de Jesus Cristo.

Para Deus o fraco é forte, e o forte é fraco; o louco é sábio e o sábio é louco. Assim ninguém se gloriará de sua própria justiça, pois a lógica divina não é a mesma dos homens. Muitas vezes os que pensam estar de pé, estão prostrados. E os que confessam estar na lama, são colocados sobre uma rocha firme.

Eu estou na presença de Deus, mesmo não pertencendo a nenhuma igreja física, feita de tijolos. Eu estou diante da face Dele, cada dia mais próximo de seu trono. Sim, não temo ir onde os anjos tremem de medo. O sangue de Cristo me abriu um novo caminho. Não sou religioso, não falo como um e muito menos  me visto como um. Minha fé é entre Ele e eu. Não cabe mais ninguém nessa relação. Jesus é o único mediador e estou completamente satisfeito. Quando alguns me dizem para eu voltar para Deus, porque sai da igreja, eu pergunto: Como voltar para um lugar ( Deus) que eu nunca deixei? O senhor é o “chão” onde eu piso e me movimento; é o “ar” que eu respiro; Nele eu me movo e existo; sem ele nada posso fazer.

Estou completamente convicto que “afastar-me” foi o que me trouxe para mais perto Dele, pois o deixei de ver como um Deus tirano e cruel, afinal é assim que os religiosos o pintam. Não! Deus é aquele pai amoroso que Cristo nos apresentou. Deus é o sustentador da vida, bom para com todos e disposto a receber a todos.


Em sua presença há abundância de alegria. Que Deus nos abençoe em Cristo Jesus. AMÉM!

sábado, 10 de setembro de 2016

Por quê ser bom?

Minha bondade não chega a tua presença ( Salmo 16.2)

Por Frankcimarks Oliveira

A maioria  das religiões no mundo ensinam que são os nossos atos de bondade que nos levarão a Deus. Os evangelhos ensinam que somente a Graça divina é capaz de aproximar o homem de seu criador. Essa discussão já tem centenas e centenas de anos e eu não pretendo pôr um fim nela. Quero somente , através das escrituras, mostrar a grande diferença entre a bondade de Deus e a pretensa bondade dos homens.

Precisamos entender :

1-    A bondade de Deus é imerecida:

Não sou digno de toda a bondade e lealdade com que trataste o teu servo. Quando atravessei o Jordão eu tinha apenas o meu cajado, mas agora possuo duas caravanas. ( Gn 32.10)
                                                      
Quando olhamos para nós mesmos e vemos o quanto somos abençoados, é porquê temos um senso de humildade diante de Deus. Damos graças pelo nosso atual estado, porque sabemos que tudo quanto conseguimos foi proveniente da bondade do Senhor.

Algumas pessoas não conseguem fazer isso: serem gratas. Porque crêem que foram suas próprias mãos que obtiveram tudo o que possuem. Somente aqueles que se reconhecem diante de Deus são capazes de dizer o que Jacó disse acima. Somente alguém que se conhece bem e sabe o quanto lhe faltou virtude na jornada , pode dizer : eu não merecia, mas mesmo assim fui abençoado. Somos todos filhos pródigos, acolhidos com amor e graça na casa do Pai.

2-    A bondade de Deus é sobre todos:

Ele ama a justiça e a retidão; a terra está cheia da bondade do Senhor.( Sl 33.5)

Porquanto Ele é bondoso até mesmo para com os ingratos e ímpios.( Lc 6.35)

Amados, Deus é bom. Deus é amor. Deus é misericordioso. Ele se inclina às orações dos pobres e necessitados. Deus é piedoso com todos e ajuda a todos. Deus é não é Deus de judeus, ou cristãos, ou islâmicos. Ele é o pai de todos e ajuda a todos, porque suas entranhas assim o fazem agir. Ele é bom até para com aqueles que o maldizem.

            3-A bondade de Deus é modelo:

Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam;  Bendizei os que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam. Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses; E dá a qualquer que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho tornes a pedir. E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também.  E se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam.  E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.  E se emprestardes àqueles de quem esperais tornar a receber, que recompensa tereis? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para tornarem a receber outro tanto. Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus. Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso. Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão. Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo.( Lucas 6.27-38)

“O Senhor é misericordioso e compassivo, paciente e transbordante de amor. O Senhor é bom para todos; a sua compaixão alcança todas as suas criaturas. Rendam-te graças todas as tuas criaturas, Senhor, e os teus fiéis te bendigam.
O teu reino é reino eterno, e o teu domínio permanece de geração em geração. O Senhor é fiel em todas as suas promessas e é bondoso em tudo o que faz. O Senhor ampara todos os que caem e levanta todos os que estão prostrados.
O Senhor é justo em todos os seus caminhos e bondoso em tudo o que faz. O Senhor está perto de todos os que o invocam, de todos os que o invocam com sinceridade.” (Salmos 145:8-10, 13-14, 17-18)

Aqui estar o perfeito retrato da bondade divina. Esse é o proceder de Deus, em pura perfeição. Imagine se todos nós agíssemos assim! O mundo se tornaria num paraíso imediatamente. A vingança já não mais existiria, mortes cruéis deixariam de ser notícia, a fome se acabaria. A inimizade teria um fim.

4 -Só Deus realmente é bom :

 Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus. ( Lucas 18.19)

            5 - O Bom samaritano :

                         Então, aproximou-se, enfaixou-lhe as feridas, derramando nelas vinho e óleo. Em seguida, colocou-o sobre seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e cuidou dele. ( Lucas 10.34)

Esse tipo de bondade voluntária e sem interesses é o modelo deixado pelo Senhor. Dar de graça nem nada esperar de volta tipifica a perfeita bondade. Ser bom até para desconhecidos e estrangeiros. Ser bom para aqueles que nos rejeitam ( os judeus rejeitavam os samaritanos). Ser bom para com os fracos ; Ser bom para com aqueles que se encontram numa condição pior que a nossa; Ser bom para com aqueles que são diferentes de nós; Ser bom para com os que têm uma impressão errada a nosso respeito; Ser bom para quem não nos fez bem algum.

            E por fim, devemos ser bons com o mesmo sentimento do salmista que disse : “Minha bondade não chega a tua presença”, querendo dizer que não importa o quão bom um homem possa ser, sua bondade jamais servirá como objeto de barganha diante dos céus. Homem algum poderá chantagear o Senhor, porque quando somos bons, somos apenas instrumentos da bondade de  Deus que está agindo através de nós. É Deus quem está nas mãos de um médico voluntariado em lugares distantes cuidando dos pobres. É Deus quem está na doação de cestas básicas à países afetados pela guerra. É Deus quem está operando tudo em todos .



            De modo algum minha bondade servirá para mim mesmo.  ( Você não ganha pontos com Deus em troca de Salvação. Isso é se desfazer da morte de Jesus pelos nossos pecados.) A bondade só é útil para o nosso próximo. O único benefício de ser bom é a sensação de bem estar que ela nos fornece. É bom ser bom e do bem. Se você é bom e acredita que sua bondade te salvará no último dia, você está agindo certo, mas com a motivação errada. É através da fé no sangue do cordeiro que o homem é salvo e não pelas obras de suas mãos. Sejamos bons, o máximo que pudermos, mas jamais achemos que somos bons o suficiente para cobrarmos de Deus alguma coisa. Isso seria orgulho e logo já seria um pecado. Deus nos abençoe!

Isaías 64:6, diz: 
“ Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniquidades como um vento nos arrebatam. ”

domingo, 28 de agosto de 2016

O restaurador da alma

Ele te será por restaurador da alma ( Rute 4.15)

Por Frankcimarks Oliveira

A história de Noemi é marcada por perdas e desolação. Sua vida fora tão difícil que ela mesma dissera que seu nome deveria ser Mara, de tão amarga que era sua existência. Nós também podemos nos achar nessa mesma posição , se não hoje, um dia talvez.

Esta pequena mensagem tem por objetivo te mostrar que a mão do todo poderoso escreve a história de modo que não conseguimos compreender,  de imediato pelo menos. Noemi e Rute provam que aquele que é invisível está cuidando dos seus, mesmo quando achamos que não.

Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos. (Isaías 57:15)

         Nossas vidas são como casas, que com o passar dos anos, vão se deteriorando. Mas Deus, aquele que nos forjou, sabe muito bem como nos restaurar.

         As vezes já achamos que é o nosso fim, todavia o Senhor intervém, assim como na vida do salmista e então podemos cantar :

Senhor, fizeste subir a minha alma da sepultura; conservaste-me a vida para que não descesse ao abismo. (Salmos 30:3)

         Não importa o estado em que você se encontre, leitor. Tenha sempre confiança no nome de Jesus. Deus ,o pai, enviará socorro, e seu braço firme o levantará. Em Cristo faremos proezas!

         Somos o jardim de Deus. Ele é o nosso agricultor. Se porventura, sentimo-nos cansados e abatidos, mortos por assim dizer, ainda assim devemos saber que é Ele quem nos dá vida.

Voltarão os que habitam debaixo da sua sombra; serão vivificados como o trigo, e florescerão como a vide; a sua memória será como o vinho do Líbano. (Oséias 14:7)

         Estás fraco, leitor? Sentes que não há mais nenhum vigor em seu corpo para caminhar? Pensando em desistir de tudo? Pois saiba que Deus move os céus para fortalecer aqueles que crêem em seu nome. Assim como fez no passado, ele continua nos tocando com sua mão poderosa. Ele envia anjos em nosso auxílio e nos enche de poder :

E aquele, que tinha aparência de um homem, tocou-me outra vez, e fortaleceu-me. (Daniel 10:18)

         Depois de quarenta dias no deserto sendo provado, nosso Senhor Jesus Cristo estava cansado e com fome. Deus, o Pai, lhe enviara anjos que o consolaram e o fortaleceram. Assim também foi com Elias. Creiamos que o Senhor não mudou. A sua alegria é a nossa força.

         Estás doente? Achas que vais morrer dessa tua enfermidade? Pois saiba que o nome do Senhor é Hafah, Aquele que cura. Cristo andou curando todos os enfermos e libertando a todos os oprimidos do diabo. Nada é impossível para ele. Cristo  Jesus tem o poder não só de perdoar pecados, mas de curar nossos corpos de toda mazela e dor, se assim for sua vontade.

         Quero que saibas, leitor, que Deus que está nos céus, não se esquece de seus filhos. Ele não nos deixará jamais, diz sua palavra. Ele nos contempla constantemente e sabe de nossas necessidades. Ouça o que ele diz para aqueles que nele esperam:

Porque te restaurarei a saúde, e te curarei as tuas chagas, diz o Senhor; porquanto te chamaram a repudiada, dizendo: É Sião, já ninguém pergunta por ela. (Jeremias 30:17)

O Senhor o sustentará no leito da enfermidade; tu o restaurarás da sua cama de doença. (Salmos 41:3)


         Estás com sede? Fome? Precisa de um alívio para continuar caminhando em direção a Cruz? O Senhor é forte o suficiente para nos aliviar quando clamamos. Jesus disse : Meu fardo é leve e meu jugo é suave, vinde a mim, vós que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. O Senhor é a água que mata nossa sede, e o pão que sacia nossa fome.

Porque satisfiz a alma cansada, e toda a alma entristecida saciei. (Jeremias 31:25)

         Ele continua sendo o único suprimento para alma triste e sufocada. Jesus, o Filho de Deus, é o único que pode te ajudar, leitor. Creia em Deus. Não desista da vida, não desista de continuar vivendo, pois há esperança para aquele que invocar o nome do Senhor.

         Desejo muito que esta palavra o ajude, leitor. Eu mesmo nada posso fazer, a não ser te fazer olhar para aquele que te ama com ternura, nosso Deus. Tenho plena convicção que todo aquele que vai até o Senhor com inteireza de fé, jamais volta de mãos vazias de sua presença. O senhor ama abençoar aqueles que vão até ele com fé. Por isso sei que dirás como o profeta :

E disse: Não temas, homem muito amado, paz seja contigo; anima-te, sim, anima-te. E, falando ele comigo, fiquei fortalecido, e disse: Fala, meu senhor, porque me fortaleceste.(Daniel 10:19)