Poderá Gostar Também De:

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

O Amor de Cristo




Eu te amo ( Ap 3.9)

Por  Frankcimarks  Oliveira

Os  Lábios do bendito Salvador nunca mentem. Quando ele abre sua boca a verdade flui como águas de um ribeiro. Nosso Senhor disse a um de seus servos : “eis que eu farei aos falsos crentes que saibam que te amo.” Imagine , caro leitor, o Capitão da Igreja fazendo questão de provar seu carinho especial por seus verdadeiros filhos. Não se engane, nem todos que se dizem filhos de Deus o são de fato. Todavia, nos alegra saber que tanto o Pai quanto o Filho não só conhecem aqueles que são seus, mas os diferenciam claramente dos injustos filhos de satanás.

Jesus  está  com os fracos, sim, com aqueles que não são e nem parecem ser. O Mundo vive por ostentar algo que na  essência  nega. Mas Cristo   sonda o coração. Ao escrever ao Pastor  de Filadélfia, nosso Senhor deixa expresso : “Conheço-te”. Não há sentença  mais  bendita e feliz que essa, amados! Terrível coisa é ouvir de Jesus: “Não te conheço”.

Os Filhos de Deus são conhecidos e reconhecidos pelos céus. Ainda que sua aparência e expressão secular não signifiquem  muito, contudo, Aquele que é Verdadeiro sabe exatamente quem lhe é fiel, e a estes ele diz : Eu te amo.

O Filho de Davi, que abre e ninguém fecha, ama os fracos, mas que pacientemente esperam receber forças do alto, porque sabem que dos montes vem o socorro. Estes filhos amados de Cristo estão a ponto de sucumbir, pelo simples fato de viverem de acordo com as palavras de seu Mestre, e são assistidos por aquele que tem olhos como chama de fogo. Na verdade o mundo os despreza, inclusive alguns da própria comunidade, os falsos irmãos, todavia, a  testemunha  fiel  se põe ao lado destes pequeninos e diz : eu te amo.

O Senhor conhece a estrutura de seus servos. “ Sabe que somos pó e se compadece de nós e apressa-se em nosso auxílio”. Jesus disse : “Tendo pouca força não negaste o meu nome”. Querido leitor, teu Senhor te sonda e te conhece, ele sabe que tu estás fraco e não deixará que sejas tentado acima de sua capacidade de resistir. Talvez  você  encontre-se tão debilitado que pense que não  terá forças nem mesmo para abrir uma porta. Por isso Jesus te diz : eis que pus uma porta aberta diante de ti.

Jesus Cristo faz com que  seus filhos amados nunca parem de marchar. Ele vai na nossa frente endireitando os caminhos tortuosos e ele mesmo despedaça as portas de bronze e quebra os cadeados de ferro para que nada se ponha a nossa frente e para que cheguemos aonde ele mesmo determinou que chegaríamos. Tudo isso é feito na força do Senhor e no poder de seu braço. Pense  agora  naquele jogo no gelo, onde o jogador tem de esfregar o gelo para fazer com que a peça principal não pare de escorregar até fazer o gol.  Cristo faz o mesmo com aqueles que ele  ama.

Cristo diz àqueles que são fracos, mas que ainda assim guardam  sua  Palavra : “Eu te guardarei da tentação que virá ao mundo”. Oh, amados, não se glorie o forte na sua força. Melhor é o fraco com Cristo do que o forte sozinho. Nossa força e capacidade de resiliência vem do Todo Poderoso. Sem ele nada podemos fazer nem resistir. Cristo conhece nossa pouca força, e ele nos ama, por isso ele nos dará a força necessária para permanecermos  fiéis  a Ele. Ou seja, se somos fiéis ao Senhor, até isso vem dele .

Cristo também nos alerta :” Guarda o que tu tens para que ninguém roube tua coroa.” Amigos, nunca desprezemos as coisas poucas. A porção que Deus nos dá é suficiente para cada dia. Lembre-se que cabe a cada dia o seu mal. Jesus nos deu algo, e  isso nos basta. Uma pequena fé ou uma fé fraca ainda é uma fé que vem de Deus. Um  pequeno  grão de mostarda produz grandes árvores. Guardemos o que ele nos deu e confiemos nele que é suficiente  para  nossa vitória. Não despreze os dons que Deus te deu. Nenhum deles é insignificante, assim como o menor dos dedos tem sua importância, assim essa tua pequenina fé te fará  herdar  todas  as promessas. Tão somente sê forte, mesmo sendo fraco. Sê vigilante e guarda o que já tens em tuas mãos e  Cristo fará desse pouco o bastante, assim como ele fez daqueles cinco pães  e dois  peixinhos uma fonte inesgotável de energia.

E para nos encorajar o Senhor assegura :” quem vencer , eu o farei coluna na casa de meu Deus e escreverei nele o nome de meu Deus, e o nome da cidade de meu Deus e o meu novo nome.” Cristo faz de servos  fracos colunas na casa de seu Deus. Não  sei  se estas colunas servem para sustento do peso da casa, se referindo ao peso de glória que os fiéis receberão como galardão, ou se estas colunas são meramente adorno para embelezamento do templo. O que importa é que Deus tira da fraqueza força para que seu nome seja glorificado. Perceba a insistência de Jesus em mencionar o nome de Deus. O Senhor não se envergonha de ter seu  nome  sagrado sobre criaturas frágeis como nós.


Tu deves saber bem disso, que teu Senhor te ama, mesmo você sendo fraco e tendo poucas forças. Jesus tem contemplado teu empenho em servi-lo e agradá-lo. Confia Nele e o mais ele fará. O amor dele por ti é perseverante e te fará perseverar também. O amor de Cristo é fortalecedor, é reconfortante. Sim o amor de Jesus de Nazaré nos preservará do mal que há de vir a este mundo. O amor do Carpinteiro, do Santo e verdadeiro filho de Deus tem aberto muitas portas e nos feito lembrar o lugar que nos espera ao lado do Pai nos céus e na sua santa cidade que desce ataviada. Toda vergonha e desprezo que passamos aqui neste mundo não são nada com a glória que nos espera. O ódio e a perseguição de seus inimigos contra o evangelho e contra seus filhos serão vencidos pelo amor que Cristo já tem nos demonstrado  e  nos mostrará ainda mais naquele grande dia. Que o  Senhor  fortaleça  seu  povo, agora e sempre. Amém.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Nenhum Mal vos Sucederá



Meu filho, sobre mim, seja tua maldição ( Gn 27.13)

Por  Frankcimarks  Oliveira

Pretendo com esta mensagem :

1-   Analisar a temática da maldição na Bíblia;
2-   Analisar Cristo como aquele que levou sobre si nossa maldição.

Comecemos com a máxima : Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; (Gálatas 3:13)
Paulo é bem enfático “ Cristo se fez maldição por nós”, isto é, ele assumiu nosso lugar, para que nós pudéssemos estar onde  ele estar agora e para sempre, isto é, a destra do Todo Poderoso nas alturas.
O Pecado trouxe sobre a raça humana a maldição da separação com seu Criador.  No Éden Deus proferiu palavras de juízo e condenação sobre o Homem, sobre a mulher, sobre a serpente e sobre este mundo. "E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida". (Gênesis 3:17)
         A maldição é séria  porque quem a impetrou foi o próprio Deus. Só Deus na  verdade pode amaldiçoar. Talvez para muitos pareça incoerente que um Deus de  amor e justiça possa proferir tais palavras sobre suas criaturas. Não se esqueça que Deus mesmo já havia prenunciado as consequências da desobediência  a nossos Pais ali no jardim. Todavia, ainda assim, eles  deliberadamente  preferiram  dar ouvidos à mentira. Na verdade Deus estaria sendo conivente e injusto se não punisse Adão e sua esposa.
         Devemos  levar muito a sério o que aconteceu ali na aurora da história. Uma maldição nos fora dita : “Malditos sois pela  incredulidade”. Pense no mal que teria sido evitado se a credulidade tivesse sido exercitada.
         Todavia, olhemos para a maldição que Cristo carregou sobre si. Paulo não deixa dúvidas quando diz que  O SENHOR nos tirou de debaixo da maldição da Lei. Como assim? Ele mesmo não diz que a lei de Deus é boa, santa e perfeita? –Sim, mas o mesmo apóstolo nos lembra que em nós não habita bem algum , nem nenhum poder para cumprir essa lei de Justiça. O Preço da desobediencia é a maldição, assim como ocorreu com nosso pai Adão.
         Quem  transgredir um só mandamento é réu de juízo e traz sobre si a condenação. Logo, como Deus pode salvar pecadores fracos e incapazes como eu e você? –Através de um Justo, isto é, através de um mediador extremamente  capaz de cumprir toda a justiça imposta pelo Pai. Esse mediador é Cristo Jesus. Por isso Paulo lutou tanto contra os legalistas, que buscavam se justificar pela observância das leis mosaicas. Paulo sabia  que  era tolice pecadores quererem cumprir exigências tão elevadas. Para nós é impossível, mas para Deus nada é impossível :
Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las. (Gálatas 3:10)
         Existem  aqueles que ou  por arrogância ou por ignorância , buscam viver meticulosamente o Antigo Testamento. Sem perceber  acabam por desprezar a Cristo que morreu exatamente para nos livrar de tais obrigações. Não estou dizendo que Cristo morreu para que vivamos nossa vida dissolutamente, não. Cristo morreu por seu povo porque Deus mais do que ninguém sabe que homem algum jamais conseguirá cumprir toda sua justiça. Desse modo , Deus se satisfaz  em  Cristo  sozinho justificar todos os que creem em seu sacrifício  como  suficiente  para expiar nossos pecados e nos santificar  definitivamente.
         Em Cristo temos o fim de  toda  neurose  pelas  observâncias de antigos ritos  que  não servem para aperfeiçoar ninguém. Antes,  muitos acham que são superiores aos demais porque observam determinadas leis. Ora, se a finaliddade de Deus é nos tornar humildes e mansos, logo todo aquele que se gloria por “cumprir” tais ritos,  acaba  por se tornar exatamente aquilo que Deus mais repudia, que é a soberba e a jactância espiritual.
         Amados, não  nos enganemos, Deus não se agrada de sacrifícios tolos. Ele sabe e Ele mesmo determinou que somente  através da fé em Cristo é que o homem é aceito nos céus. Você pode guardar o sábado, deixar de comer um série de alimentos,  não frequentar determinados lugares, não falar certas coisas, não roubar e etc, mas ainda assim continuará  afastado da comunhão com o Deus que estipulou todas essas coisas apenas para demonstrar que sem um  Salvador  jamais  seremos acolhidos em seu seio. 
        Deus abomina o orgulho e a suficiência que há em nossos corações, por isso  primeiro ele dificultou com a lei sagrada, provando para nós nossa incapacidade  de amá-lo guardando seus preceitos. Depois Ele nos enviou seu Filho  como  Salvador de todo aquele que se lança sobre ele , reconhecendo sua própria miséria e indignidade.
         Desse modo Deus se torna justo e misericordioso. Através de Cristo, Deus pôe fim ao orgulho humano e remove  de nós a maldição da lei.
Por  isso a ira do Senhor se acendeu contra esta terra, para trazer  sobre ela toda a maldição que está escrita neste livro. (Deuteronômio 29:27)
         Agora , leitor, que maldições Deus havia predito que seu povo sofreria caso não obedecesse toda a lei?
       Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do Senhor teu Deus, para não cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então virão sobre ti todas estas maldições, e te alcançarão:Maldito serás tu na cidade, e maldito serás no campo.Maldito o teu cesto e a tua amassadeira.Maldito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e as crias das tuas vacas, e das tuas ovelhas.Maldito serás ao entrares, e maldito serás ao saíres.O Senhor mandará sobre ti a maldição; a confusão e a derrota em tudo em que puseres a mão para fazer; até que sejas destruído, e até que repentinamente pereças, por causa da maldade das tuas obras, pelas quais me deixaste.O Senhor fará pegar em ti a pestilência, até que te consuma da terra a que passas a possuir.O Senhor te ferirá com a tísica e com a febre, e com a inflamação, e com o calor ardente, e com a secura, e com crestamento e com ferrugem; e te perseguirão até que pereças.E os teus céus, que estão sobre a cabeça, serão de bronze; e a terra que está debaixo de ti, será de ferro.O Senhor dará por chuva sobre a tua terra, pó e poeira; dos céus descerá sobre ti, até que pereças.O Senhor te fará cair diante dos teus inimigos; por um caminho sairás contra eles, e por sete caminhos fugirás de diante deles, e serás espalhado por todos os reinos da terra.E o teu cadáver servirá de comida a todas as aves dos céus, e aos animais da terra; e ninguém os espantará.O Senhor te ferirá com as úlceras do Egito, com tumores, e com sarna, e com coceira, de que não possas curar-te;O Senhor te ferirá com loucura, e com cegueira, e com pasmo de coração;E apalparás ao meio-dia, como o cego apalpa na escuridão, e não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.Desposar-te-ás com uma mulher, porém outro homem dormirá com ela; edificarás uma casa, porém não morarás nela; plantarás uma vinha, porém não aproveitarás o seu fruto.O teu boi será morto aos teus olhos, porém dele não comerás; o teu jumento será roubado diante de ti, e não voltará a ti; as tuas ovelhas serão dadas aos teus inimigos, e não haverá quem te salve.Teus filhos e tuas filhas serão dados a outro povo, os teus olhos o verão, e por eles desfalecerão todo o dia; porém não haverá poder na tua mão.O fruto da tua terra e todo o teu trabalho, comerá um povo que nunca conheceste; e tu serás oprimido e quebrantado todos os dias.E enlouquecerás com o que vires com os teus olhos.O Senhor te ferirá com úlceras malignas nos joelhos e nas pernas, de que não possas sarar, desde a planta do teu pé até ao alto da cabeça.O Senhor te levará a ti e a teu rei, que tiveres posto sobre ti, a uma nação que não conheceste, nem tu nem teus pais; e ali servirás a outros deuses, ao pau e à pedra.E serás por pasmo, por ditado, e por fábula, entre todos os povos a que o Senhor te levará.Lançarás muita semente ao campo; porém colherás pouco, porque o gafanhoto a consumirá.Plantarás vinhas, e cultivarás; porém não beberás vinho, nem colherás as uvas; porque o bicho as colherá.Em todos os termos terás oliveiras; porém não te ungirás com azeite; porque a azeitona cairá da tua oliveira.Filhos e filhas gerarás; porém não serão para ti; porque irão em cativeiro.Todo o teu arvoredo e o fruto da tua terra consumirá a lagarta.O estrangeiro, que está no meio de ti, se elevará muito sobre ti, e tu mais baixo descerás;Ele te emprestará a ti, porém tu não emprestarás a ele; ele será por cabeça, e tu serás por cauda. E todas estas maldições virão sobre ti, e te perseguirão, e te alcançarão, até que sejas destruído; porquanto não ouviste à voz do Senhor teu Deus, para guardares os seus mandamentos, e os seus estatutos,que te tem ordenado; (Deuteronômio 28:16-45)



                Cristo  assumiu nosso lugar na cruz. Nela ele cravou a cédula que nos era contrária. De modo que não há mais maldição para aqueles que estão em Cristo Jesus. Sua  sombra  nos cobre de toda pestilência e seta que voa de dia. Maldição alguma chega na nossa tenda, porque o Senhor mesmo fez cair sobre si nossa condenação. O Castigo que ele levou em sua carne nos trouxe a paz eterna.
         Louvemos a Deus que retirou de sobre nós a maldição pelo descumprimento da sua boa lei. Louvemos a Deus que nos ortogou a justiça de seu Filho e nos trata como justos. Louvemos a Deus que olha para pecadores incompetentes de guardar sua lei e nos abraça e nos beija, nos chama de filhos amados. Somos seus herdeiros, mas já fomos seus inimigos. Glória a Deus pela cruz de nosso Senhor. Ali toda maldição fora removida de sobre seus eleitos e agora  podemos ter comunhão com o céu .
Em Cristo eu ouço a doce voz de mãe, a mesma que disse a Jacó : Meu filho, sobre  mim seja tua maldição.Aleluia e amém.




segunda-feira, 29 de setembro de 2014

O Sangue de Um Inocente



Não acho nele culpa alguma de morte ( Lc 23.22)

Por Frankcimarks Oliveira
Pretendo com esta mensagem :

1-   Demonstrar  a inocência de Cristo perante Deus e os homens;
2-   Demonstrar que convinha que Cristo fosse inocente para a remissão dos pecados
3-   Demonstrar que todos os homens são culpados diante de Deus e que somente através de Cristo tornam-se inculpáveis.

Amigos, o escritor de Hebreus disse sobre Cristo : Porque nos convinha  tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, e feito mais sublime do que os céus; (Hebreus 7:26). Perceba a sentença que ele impetra : nos convinha, isto é, nos era necessário. Ao contrário dos antigos sacerdotes que precisavam a si mesmo purificar-se, Cristo por ser santo e sem mácula, ofertou-se a Deus como propiciação pelos nossos pecados como um sacrifício perfeito e perfumado ao Pai.
Seu sacrifício fora aceito por ser perfeito. Na páscoa, o cordeiro oferecido deveria ser sem defeitos. Isto apontava para a pessoa do Senhor Jesus Cristo que viveu integralmente aqui entre os homens, sem nunca pecar nem transgredir nenhum mandamento sequer do Todo Poderoso. Desse modo, sua justiça recai sobre os pecadores , e estes são aceitos como filhos na família do Senhor.
Oh, leitor, deleite tua alma na inocência do Salvador. Cristo deu sua vida para inocentar culpados. Nós éramos aquele Barrabás , bem conhecido em sua época como malfeitor. Todavia, por causa de Cristo, Barrabás escapou de sua sentença penal. Que esta verdade nos encha a alma de regozijo. Deus providenciou um cordeiro para morrer no lugar de Isaque nos dias patriarcais. E o mesmo Deus providenciou um outro cordeiro, santo e sublime, vindo do céu, para remir nossa alma da morte.
Agora vejamos algumas coisas que a bíblia fala sobre culpa:
Maldito  aquele que aceitar suborno para ferir uma pessoa inocente. E todo o povo dirá: Amém.( Deuteronômio 27:25)
         Deus é Justo e sua lei é perfeita. Ele vela para cumprí-la. Tudo em sua palavra revela seu santo caráter e seu firme compromisso com a justiça. Deus abomina o mau e requer de sua criatura  prudência e sabedoria. Seu mandamento é : amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
         Quanta  injustiça  já não fora cometida neste mundo? Quanto sangue inocente já não fora derramado, amigos? Todavia, toda boca estará calada diante de Deus em seu juízo, visto que ele mesmo, o Senhor da Glória, sentira  em sua pele o poder da traição e da injustiça.  Judas  vendeu  sua alma por aquelas moedas  afim  de entregar seu Mestre. Nessa ocasião nosso Senhor se colocou no lugar de toda alma traída. Em Cristo todo crime fora diminuído e exterminado. Sabemos que não há ninguém bom neste  mundo. Como disse Paulo : não há um justo se quer. O pecado passou a todos os homens. Desse modo, apenas Cristo pode ser enquadrado no roll dos inocentes injustiçados. Graças a sua  natureza  incontaminada . Porém, sabemos que judicialmente, muitos  foram punidos indevidamente.
         Leitor, não quero adentrar em questões filosóficas e morais. Quero apenas apontar-te teu Salvador que morreu consciente de sua própria inocência e disposto a nos tornar “ fichas limpas” diante do Pai. Talvez você não tenha se dado conta, mas tu és o culpado daquela morte. O príncipe da Paz  morreu  porque havia guerra entre criatura e criador. O Verbo da Vida morreu naquela cruz  porque   havia morte dentro dos corações humanos.
         Não fique apresentando argumentos da sua bondade e inocência. Diante de Deus todo homem é mentiroso. Se você diz que não tem pecado, você faz de Deus um enganador, visto que Deus disse: todos pecaram. Se você diz não acreditar no pecado e na queda de nossa raça, você torna a vinda de nosso Senhor  a este mundo vã, já que foi para isso que Jesus veio, para desfazer as obras do malígno, perdoando nossa dívida e nos resgatando do império das trevas.
Como, pois, seria justo o homem para com Deus, e como seria puro aquele que nasce de mulher? (Jó 25:4) Todo aquele  nascido de mulher, com exceção de Cristo, traz dentro de si o germe da corrupção. Somos culpados, todos nós. Assim Cristo pode ser um Salvador para todos e ser glorificado em todos.
Que é o homem, para que seja puro? E o que nasce da mulher, para ser justo? (Jó 15:14).  Entenda  a essência da natureza  humana e você perceberá a grandeza de sua culpa. Quero que o Espírito te convença disso : Receio todas as minhas dores, porque bem sei que não me terás por inocente. (Jó 9:28)
 O nosso problema não são nossas mãos, mas nosso coração. Nossas  mãos só respondem ao comando que vem de dentro. Por que você acha que Davi rogou : Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto?(Salmos 51:10) Davi tinha plena consciência que não era íntegro para com Deus e sabia que só o Todo Poderoso tinha condições de torná-lo puro.
Agora vejamos a Cristo como o cordeiro imaculado e inocente :
Pequei, traindo o sangue inocente. Eles, porém, disseram: Que nos importa? Isso é contigo.( Mateus 27:4) Bendito é o sangue do cordeiro que nos torna alvos como a neve! Amados, Deus ficou satisfeito com a morte de seu filho, porque assim nos reconciliou consigo mesmo, sem afetar sua honra e justiça.
Porque  qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos. (Tiago 2:10) Vês agora porque somente Cristo é perfeito? Nunca homem algum conseguiu guardar toda a lei divina.  Pecar  com pensamentos  já nos faz abjetos diante do Bom Deus. Maldito o homem que confia  em si mesmo e acha ser capaz de obedecer tudo o que Deus requer. Nem mesmo Deus acredita que somos capazes de tal façanha. Na verdade Deus colocou a todos debaixo do pecado para que possa usar de misericórdia com quem quiser.
O Evangelho revela nossa incapacidade de cumprir a lei dada a Moisés para destruir nosso orgulho e justiça propria. Ao mesmo tempo o Evangelho nos anuncia que Cristo já fez tudo o que era necessário para nossa salvação. Pela fé em seu nome obtenho gratuitamente todos os benefícios que Cristo conquistou. De modo que toda a glória é de Deus e toda a gratidão é nossa.
Cristo era inocente e não se defendeu. Sabia o propósito de tudo aquilo que estava enfrentando. E, sendo acusado pelos príncipes dos sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu. (Mateus 27:12) Deveríamos imitar nosso Capitão. Quanto mais nos tornamos parecidos com Jesus, menos necessidade temos de nos defendermos e nos justificarmos perante os homens. Quem nos justifica é Deus.
Nosso Senhor recebeu o castigo dos culpados, como determinava a lei : E será que, se o injusto merecer açoites, o juiz o fará deitar-se, para que seja açoitado diante de si; segundo a sua culpa, será o número de açoites.                        ( Deuteronômio 25:2)  Como Deus é maravilhoso! Ele assumiu nosso lugar. Vendo que jamais nasceria um justo neste planeta, ele mesmo se fizera homem e pagou nosso débito. Maior prova de amor não há!
E por fim, vejamos a perfeita inocência de Jesus :
1-   Os Fariseus forjaram falsas acusações porque não achavam  nenhuma falha no caráter do carpinteiro, filho de José e Maria.
2-   Judas declarou : traí  sangue inocente;
3-   Pilatos confessou não achar culpa alguma em Jesus ;
4-   O soldado perto da cruz confessou que Cristo era justo, isto é, sem culpa.
5-   O  Ladrão  arrependido da cruz repreendeu seu amigo : Nós merecemos este castigo, mas este homem ( Jesus) nada fez.
Cantemos diante dos céus que Jesus é perfeito, sublime, imaculado, sem culpa, suficiente para nos inocentar diante de Deus Pai. Glória a Deus . Amém.